Para telas de peneiramento, escolha qualidade.

 

Conhecer a qualidade das coisas é saber diferenciá-las. E, assim, escolher o que há de melhor. É o que acontece com os inúmeros produtos, que levam para os mais diversos segmentos as melhores e mais inteligentes soluções em arames.

 

Estamos no negócio de telas de peneiramento para adotar uma nova filosofia, em que se destacam a qualidade

da matéria-prima, a perfeita confecção da tela, o excelente atendimento e suporte técnico para os seus clientes.

 

Qualidade:

Telas com certificado de qualidade da nossa empresa a garantia de procedência e qualidade

Estoque de arames: menor prazo de entrega

 

Matéria-prima:

Melhor aço do mercado: maior durabilidade

Aço é material reciclável: não agride o meio ambiente

 

Atendimento:

Pontualidade na entrega

Facilidade de contato

Agilidade na resposta

 

Fabricação:

A fabricação das telas segue os mais rigorosos controles de qualidade. A empresa realiza testes próprios para verificar as características mecânicas do arame. Testes para verificar todas as características

dimensionais das telas são feitos por meio de controles ao longo do processo

Malha: tolerância máxima de 3% de variação. Resistência e conformidade da malha em toda a extensão da tela

Qualidade do acabamento: deve ser livre de rebarbas para evitar acidentes no manuseio.

 

Assistência Técnica:

A empresa conta com uma equipe especializada em telas de peneiramento. Esses profissionais podem atuar

na engenharia de aplicação e dar melhores soluções em cada situação.

Temos uma estrutura especializada capaz de dar todo o apoio ao cliente para aumentar a durabilidade das telas de aço.

 

 

Outros serviços que podem ser contratados:

> Contrato de fornecimento com monitoramento do desgaste das telas

> Desenvolvimento/acompanhamento das telas.

> Melhoria do sistema de fixação, facilitando a manutenção das telas

> Aumento da área aberta, melhorando a eficiência de peneiramento com a utilização de fio mais fino, porém

com durabilidade similar à do fio atual

 

Exemplo:

Em uma malha de 25,4 mm, ao trocar o fio de 8,00 mm por um fio de 6,35 mm, aumenta-se a área aberta de 58% para 64%, elevando-se a eficiência de peneiramento.

 

Telas de Peneiramento

Tipos de Telas

> VB Ondulação Simples: São eficientes na classificação de vários materiais de formato irregular por facilitar o livre movimento do produto em várias direções.

> DX Ondulação plana: Ondulação plana em relação à superfície da área de trabalho. As ondulações são voltadas para baixo, reduzindo o atrito do material a ser classificado e aumentando sua durabilidade em relação às telas convencionais.

>  DP Ondulação semiplana: A tela de Ondulação Semiplana garante o encaixe dos fios em posições definidas durante toda a sua vida útil. O formato dá mais movimento ao material classificado, porém tem menor vida útil.

> WR Ondulação Artística: Os fios da Ondulação Artística são multiondulados e se cruzam a cada três ou mais ondulações. Geralmente Ondulação Artística é usada em telas com baixa necessidade de resistência, com arame galvanizado do tipo leve e para cercamento.

> Telas auto limpantes (Veno): Pertencem a um grupo de telas especiais desenvolvidas para serem usadas quando o material a ser classificado tem características de obstruir as malhas. Os arames vibram individualmente, resultando em uma tela “viva” e facilitando a passagem do minério. As telas tipo Veno não suportam grandes cargas.

> Serpa: Malhas com formato losangular. A vida útil das telas de ondulação Serpa é ligeiramente menor do que a da Veno, mas a funcionalidade proporciona um pouco mais de vazão.

>Harpa: Indicada para peneiramento de materiais úmidos e aglomerantes. As malhas da ondulação Harpa são bem abertas em relação ao fio, proporcionando maior liberdade do material e impedindo obstruções.

Acabamentos

Eficiência do Peneieramento:

 

Recomendações para a correta montagem e manutenção das telas:

 

Verificar o quadro de sustentação e as longarinas da peneira, observando se há desgastes, trincas ou fissuras

Buscar o melhor posicionamento dos parafusos tipo “J” entre as malhas da tela e a longarina da peneira, evitando fixá-los na transversal para não forçar o fio da tela

Conferir o tensionamento lateral da tela e reapertar ou substituir os parafusos tipo ganchos, caso estejam desgastados

As amarrações de telas autolimpantes, com ou sem aplicação de borracha, devem ficar apoiadas nas longarinas revestidas e com ganchos laterais bem-tracionados, com a parte central ligeiramente elevada, formando um arco.

 

Fatores que podem influenciar o peneiramento industrial:

 

Tamanho da abertura: a capacidade de peneiramento reduz com a diminuição da abertura da malha

Forma de abertura: aberturas retangulares têm maior percentual de área livre, maior probabilidade de passagem e maior capacidade por unidade de superfície em comparação com aberturas quadradas equivalentes

Relação partícula/abertura: quanto mais próximo for o tamanho da partícula em relação à abertura, menor será a

probabilidade de passagem

Umidade: pode ser fator extremamente importante, dependendo do seu valor e da presença de material argiloso

Forma das partículas: partículas que tenham tendência à forma cúbica têm maior facilidade de passagem do que as lamelares

Abrasividade do material: quanto mais abrasivo, maior será o desgaste das telas.

 

Tipos de Malhas:

 

Tela com malhas quadradas: indicadas para classificações granulométricas precisas, porém com redução da área livre de descarga em relação às telas retangulares, podendo chegar de 10% a 50%.

Tela com malhas retangulares: sendo a malha maior paralela ao fluxo: aumenta ainda mais a produção do que no item anterior e reduz o entupimento, porém diminui ainda mais a qualidade granulométrica do material classificado.

Tela com malhas triangulares: indicadas para classificar materiais que favorecem o entupimento das malhas.

Tela com malhas losangulares: tem a mesma indicação da triangular, porém com maior vazão e menor vida útil.